Egao!

Mangá do Sanctis Group.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Egao! in EnglishEgao! in English  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Fanfic - My Moon Phrase

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Moonlight - Kaori
Yumeko fan
Yumeko fan


Mensagens : 437
Palhetas : 346
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 19
Localização : Yumeria

MensagemAssunto: Fanfic - My Moon Phrase   Seg Out 18, 2010 1:55 am



My Moon Phrase

Andamento: Em produção
Capítulos: Indefinido (+ prólogo)
Lançamento: Aproximadamente em 14/08/2010
Personagens principais: Moonlight, Moonight, Lumi, Star, Yuki, Yuriko
Gênero: Ação, magia, mistério, romance (talvez)
Autor(a): Moonlight

Spoiler:
 

Escute a música enquanto lê

#Prólogo

Um lugar onde não existe o Sol, apenas a lua. Em que duas irmãs gêmeas procuram manter a paz no mundo luar. Uma que é a luz do luar, e a outra que é a noite em si. Elas tentam ser fortes para não perderem seu posto e, caso percam, uma maldição cairá nesse mundo. As estrelas brilham, cintilam, mais do que no mundo real.

- Moonlight-sama, Moonight-sama, por favor acordem! – dizia com uma voz desesperada, correndo pelo corredor entre o meu quarto e da minha irmã gêmea. – A cerimônia está prestes a começar!

Eu levantei e abri os olhos. Quem estava nos chamando era apenas uma lyric, digamos que é uma empregada nos termos da sociedade humana.

- A Moonight ainda não acordou? – falei, levantando da cama. – Eu esqueci completamente que hoje é o dia da cerimônia.

Eu levantei meus braços para a lyric colocar minha roupa de cerimônia, a roupa era celestial, vermelha e branca, como uma roupa de uma sacerdotisa só que o que diferencia é que era cortada em partes, no ombro e na barriga.

- Ela ainda não acordou Moonlight-sama. – falava desesperada como se fosse uma questão de vida ou morte. – Precisamos ser rápidas. – ela colocou a roupa da cerimônia em mim e saiu do meu quarto. – Ela nunca me escuta.

Eu franzi a testa. Coloquei meu sapato e fui até o quarto da minha irmã gêmea abri com força a porta do quarto, o bom era que não quebrou, ela era facilmente quebrada, pois a minha casa digamos, é uma casa no estilo oriental. Eu fitei a minha irmã gêmea por estar ainda dormindo sendo que tinhamos uma cerimônia para realizar.

- Vai continuar dormindo até quando, Moonight? A cerimônia é daqui a duas horas. – encostei na parede do quarto e cruzei os braços e a lyric estava na porta do quarto segurando a roupa celestial dela. A roupa era que nem a minha, mas azul e branco. Quando eu olhei, a minha irmã já estava levantando da cama. – Pronta? Ou vai me dizer que não sabe que dia é hoje?

- É, eu esqueci. E por acaso, ninguém me contou ainda. O que fazemos nessa cerimônia? – ela começou a se espreguiçar e se levantou esfregando os olhos.

Eu franzi a testa olhando para a empregada, ela se estremeceu e foi direto para minha irmã com a roupa dela. Como minha irmã não saberia que cerimônia era essa e eu sim? Talvez seja porque sou mais responsável. Minha irmã era mais gentil, educada e atrapalhada. Bom, sou responsável, estressada e não gosto de ficar esperando, mas eu era educada algumas vezes.

- A cerimônia. Nós seremos as escolhidas para cuidar do reino da lua. Seremos nomeadas como as deusas do luar e da noite. Teremos que proteger esse reino da maldição que cairá sobre ele. Será mais especificado quando comparecermos lá. Então, se troque e depois teremos que arrumar nosso cabelo. – percebi que o cabelo da minha irmã estava todo bagunçado, então, o meu provavelmente deveria estar, pois somos gêmeas, quase tudo que fazemos, é parecido. - Espero que não nos atrasemos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Moonlight - Kaori
Yumeko fan
Yumeko fan


Mensagens : 437
Palhetas : 346
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 19
Localização : Yumeria

MensagemAssunto: Re: Fanfic - My Moon Phrase   Qua Out 27, 2010 3:05 pm

Escute a música enquanto lê

Capítulo 1 - Eu e minha irmã temos fãs


Já fazia 5 anos depois da cerimônia. Eu e minha irmã gêmea acabamos virando deusas imortais, por enquanto. Fomos obrigadas a vir para a sociedade humana, para investigar se haveria algum erro ou anormalidade. Por enquanto, ainda não apareceu nada. Só que as lyrics falaram que houve uma presença de anormalidade numa academia chamada Likyel Yord. Não é muito grande, tem aproximadamente 4 andares apenas. Tinha um velho prédio atrás da academia, não sei porque. O uniforme das garotas era normal. A camiseta era branca, com botões no meio, acima tinha um laço vermelho, e a saia era listrada de azul claro e escuro, e tinha alguns babados. Para os garotos era a mesma coisa, só que em vez de saia era uma calça comprida marrom claro, em vez de um laço, era uma gravata.
No início não entendíamos nada, mas com o passar do tempo acabamos nos acostumando. Mas com o que eu mais me irritei foi que tinha garotos e garotas gritando por ali e aqui, podemos dizer que ficamos populares. Talvez seja por causa do nosso estilo educado ( eu disse que sou educada algumas vezes ). Talvez até por causa da nossa aparência de sermos gêmeas. Nosso cabelo era longo e sedoso, mas muitas vezes cortamos ele, por tradição. A cor do meu cabelo era um marrom meio escuro, logo minha irmã era um azul claro. Só conseguiam nos distinguir, por causa da cor do nosso cabelo e que eu amarrava meu cabelo com um laço grande vermelho e minha irmã um azul.
Estávamos indo para a nossa sala de aula. Quando abrimos a porta, era sempre a mesma coisa. Gritos, amontoamento de alunos, alunos tirando foto de mim e da minha irmã, como se tivesse diferença muito grande em nós duas. Eu, a Moonlight e minha irmã a Moonight. Não podíamos falar nosso nome verdadeiro então, mudamos o nosso nome. O meu, Megurine Aimèe. O da minha irmã, Megurine Eryel.

- Aimèe-chan, Eryel-chan!! Vocês duas sempre tão populares, que inveja!! – era uma amiga nossa, só que pelo menos, ela não ficava gritando, tirando foto, e outros.

Eu franzi a testa.
- Eu não sou popular porque eu quero. Eu odeio isso. Prefiro que fiquem quietos e obedientes. Espero que você não fale novamente isso, Yuriko. – sentei na minha carteira, cruzando os braços furiosa.

Minha irmã chegou perto da Yuriko e acariciou a cabeça dela.

- Não seja tão malvada com a Yuriko. Ela é a nossa amiga certo? – falou como se estivesse me dando uma bronca.

Hitsuki Yuriko, era o nome da nossa única amiga. Levantei uma sombrancelha e ignorei a pergunta da minha irmã. Olhei para as pessoas que continuavam tirando foto. Eu me irritei e levantei rapidamente da minha carteira dando um soco na mesa. Eles tremeram de susto e medo. Encarei alguns que estavam na minha vista.

- Vocês não poderiam parar com isso? Isso não é um show que fãs tem direito o suficiente de fazer o que bem entenderem. Não estão também quebrando uma das regras da academia? “Não trazer aparelhos para a academia.” – sentei novamente na cadeira, cruzei os braços e fiquei olhando para a paisagem através da janela.

Todos ficaram em total silêncio, parando de tirar fotos, comentando, admirando nós. Depois disso, minha irmã ficou se desculpando pelo meu comportamento. Realmente não entendi a dela e então, ignorei ela. Claro, além de ser populares, éramos inteligentes também. Apesar de eu não gostar muito de estudar e minha irmã sim, eu ainda estudava.
O sinal da hora da saída tocou e nós saímos da academia. Tinha uma limusine à nossa espera. Eu entreolhei com a minha irmã. Como teria uma limusine a nossa espera? Talvez eu e minha irmã estivéssemos sonhando ou algo do tipo, mas quando ela me beliscou, percebi que não.

- Vossa senhoria, estive a sua espera. – o garoto saiu da limusine, abrindo as portas de trás. – Me pediram para buscar vós.

- Ótimo. Quem seria essa pessoa que pediu para nos buscar?

Minha irmã olhou para mim com uma cara de “fique em silêncio” e eu fiquei. O garoto da limusine ajustou a gravata.

- Os seus superiores. Irem sozinhas para casa a essa hora, é um perigo. – ele sorriu para nós. - De agora em diante buscarei vocês.

- Eu agradeço por isso. – minha irmã sorriu e entrou na limusine.

Eu encarei minha irmã por alguns minutos. Apesar de eu ser responsável, ela estava bem madura naquele momento, era uma coisa rara. Como ela entrou, entrei também. O garoto da limusine nos levou até a nossa casa e nos deixou na porta e logo partiu em direção ao leste. Eu olhei para a minha irmã.

- Vamos ficar entrar ou ficar plantadas aqui?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Moonlight - Kaori
Yumeko fan
Yumeko fan


Mensagens : 437
Palhetas : 346
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 19
Localização : Yumeria

MensagemAssunto: Re: Fanfic - My Moon Phrase   Sab Nov 13, 2010 4:57 am

Escute a música enquanto lê


Capítulo 2 - Eu ganho um presente


Era um ótimo sábado — estava sentada em um banco na minha casa, onde o sol não vinha, frio como nunca ficara. Eu amava o frio. — até que minha irmã passou correndo, tropeçou numa pedra e caiu na minha frente. Diria que ela é cega também.

- Vai comer terra de almoço hoje? – olhei para ela enterrada na terra, levantei e dei uma mãozinha para ela se levantar.

Ela levantou o rosto e tava todo sujo de terra, tentei não rir. Ela segurou minha mão e se levantou. O incrível é que não tinha machucados, pois ela se espatifou com tudo. Pode ter sido até engraçado, mas eu não ri. Minha irmã olhou para mim.

- Como você é malvada. – estava saindo uma gota de lágrima nos olhos dela. – Você sempre é assim. Sempre fica zoando comigo quando eu caio, faço besteira. – ela estava prestes a chorar.

- Ãhn... Está bem, me desculpe. Mas não tenho culpa se você faz algo engraçado. – tampei minha boca e ri baixinho sem ela perceber. – Bom, o que você quer falar?

Quando ela sempre corre e tropeça no chão à minha procura, é sempre algo urgente.
- Os nossos superiores estão te chamando Moon-chan. – ela enxugou as lágrimas, parecia uma criança.

- Não me chame de Moon-chan, já disse um milhão de vezes!! Bom, vê se toma um banho... Ãhn, antes de ir para algum lugar. Estou indo, vejo você depois. – fui andando até o local sagrado, Yumeria. Aonde eu fiz a cerimônia e aonde os meus superiores ficam.

Os superiores nos dão ordens, apesar de sermos deusas, eles são anciões da nossa família, Megurine. Os Sacraments. Eles comandavam as guerras e maldições que aconteciam e nós obedecíamos oque nos pediam. Sempre vencíamos, mas a maldição que vinha a acontecer era muito mais pior do que qualquer um que já houvera. Não nos contaram os detalhes ainda, mas eu não me importava com isso. Só apenas queria proteger o nosso reino.
A Yumeria, seria um templo grande, duas vezes maior do que um estádio do futebol, que tem água em volta. A água não era uma água qualquer, ela era sagrada. Tinha o poder de afastar monstros, é claro que em volta do nosso reino também tinha. Qualquer um monstro que aproximava dela, era morto instantaneamente. Essa água sagrada se chamava Holy Water.
No meio da água tinha uma ponte que levava a Yumeria, eu atravessei ela e abri a porta do templo e eu entrei. A última vez que eu entrei no templo, as paredes tinham um tom de azul claro e branco. Tinha estátuas das antigas deusas que tiveram de arriscar sua vida para proteger o reino. Elas eram imortais, só que pelo o que eu ouvi, elas usaram uma técnica proibida que não podia ser usada, se fosse, morreria instantaneamente, mas soltava um enorme poder. No centro do templo, era cercado por Holy Water e tinha uma mesa, com um pano do nosso símbolo, a lua e as estrelas em cima. Logo atrás da mesa, tinha sete tronos, aonde ficaria os anciões. Acima do trono do meio, tinha o nosso símbolo também. Por enquanto, só vi isso pois prestei mais atenção nos anciões. Só que desta vez, em cima da mesa tinha duas cápsulas que tremeluziam. Tentei tampar meus olhos, pois estava machucando os meus olhos de tanto que a luz era forte, mas os anciões iriam achar isso mal educado, então tive de aguentar.

- Eu Moonlight Megurine Aimèe von Lithllet, estou presente. Qual seria o motivo de ter me convocado, ó Sacraments? – me ajoelhei perante a mesa com a cabeça levantada e minhas mãos juntas diante dos Sacraments.

- Moonlight, temos uma missão para você. – o Sacrament do meio se levantou e pôs as duas mãos na mesa. – Durante esses milênios, a deusa da luz do luar recebe um “presente” do céu a cada século. Você sabe disso certo? – ele me fitou por alguns segundos e logo voltou os olhos para as cápsulas. Ele fez com uma cara que eu definitivamente teria de responder sim.

- Com toda a certeza, ó Sacrament. – me levantei.

- Ótimo. Esse “presente” que você receberá é mais especial do que qualquer um dos presentes já dado. Sinta-se honrada Moonlight. – ele tocou em uma das cápsulas e o brilho foi desaparecendo pouco a pouco.

Após o brilho ter ficado mais fraco, pude ver com mais clareza oque tinha dentro. Era uma garota, com cabelo longo meio esverdeado escuro, liso, olhos esverdeados também, ela era muito bonitinha, tinha aproximadamente 12 anos de idade. Logo eu, 19. O Sacrament também tinha tocado na outra cápsula, era uma outra garota, só que o cabelo rosa claro, um pouco ondulado, liso, comprido e os olhos rosados. Que provavelmente teria 13 anos. Eu arregalei os meus olhos.

- Não pode ser...

- Sim, elas serão suas filhas. – falou o Sacrament que tocou nas cápsulas. - Sua irmã é a deusa da noite, ela não pode ter filhas. Ela cuida das estrelas e da barreira, a Holy Water.

Escute a música enquanto lê

Capítulo 3 – Eu vou para o mundo humano sozinha


O primeiro dia com as minhas filhas não foi tão mal. Isso porque elas estavam adormecidas ainda, estavam nas cápsulas ainda, só quando elas acordarem podia tirar elas, foi dito isso pelos anciões. Poderia simplesmente ter deixado elas largadas por aí, mas os anciões não iam deixar. O pior foi que, um monte lyrics se amontoou para ver oque estava acontecendo. Não foi fácil de tirar elas do meu quarto, eram aproximadamente 279 lyrics. Só consegui tirar elas do meu quarto com a ajuda da lyric principal, a Yuki. Ela sempre cuidava de mim desde minha infância. O cabelo dela era longo branco azulado, parecia a neve, as duas laterais era amarrado como duas marias chiquinhas. Olhos azuis escuro e claro. Ela parecia uma criança de 14 anos, mas as aparências enganam. A idade ainda não posso dizer, vocês ficariam surpresos. Ela realmente é uma pessoa muito gentil, risonha e sempre dá o máximo se em algo, mas me disseram que, ela tinha um lado realmente sombrio que ainda não vi.
A Yuki se sentou ao meu lado sem eu perceber, levei um susto. Ela olhou para as minhas filhas e sorriu. O sorriso dela realmente me encantava, era como se eu visse o sol através dela. Ela virou-se para mim e desfez o sorriso, ela me olhou triste.

- Moonlight-sama, eu fui ordenada a te mandar uma mensagem dos Sacraments. – os olhos dela estavam vermelhos, parecia que chorou bastante.

- O que houve? – meus olhos se arregalaram. – Você está bem?

- Eu estou bem Moonlight-sama, aprecio sua preocupação por mim. Mas não é comigo que você deve se preocupar... – a voz dela começou a falhar. – A Moonight sumiu. Procuramos por todos os lugares que pudemos.

Era verdade. Desde que ela me falou sobre os anciões terem me chamado, não vi ela desde então. Não sei como pude ser tão descuidada.

- O... O que?! – levantei do chão e arregalei mais os meus olhos. – E.. Ela não pode ter simplesmente sumido, vou procurar ela.

- Moonlight-sama!! – ela segurou o meu braço. – E elas? – apontou para as minhas filhas. – Você não pode deixar elas sozinhas aqui!

Olhei para elas tristemente e virei as costas para elas.

- Me desculpem, eu preciso... achar minha irmã. – estava desesperada demais para pensar sobre elas. – corri em direção da floresta.

- Espere! – gritou ela. – Você não pode ir para a floresta!! É muito perigoso!!

Eu a ignorei e segui em frente. Não podia deixar a minha irmã desaparecida assim. Apesar de eu ser fria com ela, eu ainda gostava dela. Estava prestes a cair uma lágrima dos meus olhos. A floresta levava ao mundo humano. Lá tinha muitos monstros, só que em forma de humanos, eles escondiam a sua presença por causa disso. Eu não podia confiar em ninguém, além do meu reino. Eu odiava bastante os humanos. Ir sozinha ao mundo humano era uma loucura, mas eu ainda fui. Senti que minha irmã estaria lá. Tinha um espelho gigante nos limites do meu reino, era por lá que eu ia para o mundo humano. Então eu cheguei perto dele e coloquei minha mão no espelho, minha mão atravessou o espelho.

- Me desculpem. Eu realmente tenho que ir, minha irmã está me esperando. Não posso deixar ela sozinha lá. – uma lágrima escorreu pelo meu rosto e atravessei o espelho.

Eu fui teletransportada para o banheiro da academia. O espelho sempre levava para algum lugar do colégio. Algum lugar que estava sem pessoas. O bom era que eu estava no banheiro feminino e não no banheiro masculino. Eu saí do banheiro e não tinha ninguém no corredor. Afinal, era domingo.

- Ótimo, por onde eu começo a procurar nesse mundo!! Ele é grande demais para procurar. – chutei o bebedouro e uma passagem se abriu no chão ao lado do bebedouro tendo escadas que levava a algum lugar. – Eu acho que é legal de vez em quando chutar algumas coisas quando estou brava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mitsuky
Leggionners
Leggionners


Mensagens : 137
Palhetas : 43
Data de inscrição : 17/09/2010
Idade : 19
Localização : Armario hihi *

MensagemAssunto: Re: Fanfic - My Moon Phrase   Dom Nov 14, 2010 4:26 am

Moon-chaaaaaaaan, queria saber qual o nome da trilha sonora *0* é tão cool.
E ta um maximo a história.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fanfic - My Moon Phrase   Hoje à(s) 3:12 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fanfic - My Moon Phrase
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Fanfic TMJ . Histórias de arrepiar e Várias outras ed's misturadas!
» Mlp Frozen (fanfic em eg)
» Fanfic de Operação big hero (n sei muito mais lá vai . N me critiquem) by : Kaya Aghatie
» A Origem dos Valentes Congelados Dragões Enrolados - Fanfic versão Eg
» Fanfic : Eg 2 versão ocs

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Egao! :: Abyssal Zone :: Fan things :: Fanfics-
Ir para: