Egao!

Mangá do Sanctis Group.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Egao! in EnglishEgao! in English  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Vida de artista não é fácil...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tsunami-sama
Moderadores
Moderadores


Mensagens : 124
Palhetas : 160
Data de inscrição : 10/05/2010

MensagemAssunto: Vida de artista não é fácil...   Sab Jul 10, 2010 12:47 am

Okay, vou deixar o comentário de autora de antemão.
Eu quis deixar a história leve e rápida, por isso trabalhei com diálogos e segurei minha veia descritiva. O fim da história está maio fraco, porque eu não consegui traduzir direito a imagem que estava na minha cabeça. A letra de música também não ficou boa, eu escrevi direto em inglês e minha inspiração já tinha ido. Espero que se divirtam. Eu quis fazer uma comédia.

Disclaimer: Egao! pertence ao SanctisGroup. :3 Todo o resto é meu, hahaha.


~

Data: Algum dia de algum mês de algum ano. 15:42.
Local: Algum lugar isolado acusticamente com alguns aparatos musicais, muito papel, muitas canetas, muitos lápis e um sofá confortável o suficiente grande para cinco pessoas.
Pessoas convocadas à reunião: Yumeko, Minami, Ryoko, Akami e Nagako.
Objetivo: Escrever e compor um novo single.
Tempo Limite: Até as 23:59 do mesmo dia.
Com grande carinho e amor,
A produtora.

-Ei... Esse... ‘Com grande carinho e amor’... É algum tipo de sarcasmo? – Yumeko olhava para a carta as cinco haviam acabado de abrir. Ela própria tinha recebido, mas por ser DELE ela esperou para abrir na presença das amigas.

Esse acontecimento ocorreu alguns meses antes do Show que abre o primeiro Track.

-Eu me pergunto por que não tem nenhum tipo de ameaça nessa carta... – Akami tomou mais um gole de refrigerante e levantou os óculos escuros.
-Acho que está subentendido que estamos mortas se não acharmos um single novo... – Minami suspirou. – O último que a gente lançou faz uns meses...
-Ah! Qual o problema gente!? Vamos falar de como a Nagako aqui é a The Best da equipe! – Nagako se levantou, batendo a mão na mesa sob o olhar das outras meninas.
-CALE A BOCA, SUA CRIATURA VERTICALMENTE PREJUDICADA! – Quem gritou foi Ryoko. Yumeko a olhou com a mais perfeita cara de interrogação.
Minami riu disfarçadamente quando ouviu Yumeko sussurrar:
-Tem certeza que a Ryoko não precisa de calmantes?
Ryoko olhou para as meninas. Depois pulou em cima na Nagako para abraçá-la.
-Sinto muito!!! Eu não queria ter falado assim! – Lágrimas nos olhos.
-Tá... Tá... Tá bem Ryoko... Agora... Saia de cima de mim. – Ryoko se levantou num pulo.
-Mas... Que tal a gente pensar em algo, logo? E vamos para lá usar os instrumentos, quem sabe ajuda. – Akami sorriu, elegante. As meninas responderam, em coro, enquanto se levantavam:
-Yes, Ma’am!
As cinco seguiram para o estúdio, correndo.

16:39. Estúdio de alguma produtora.

Nagako está jogada no sofá, fazendo aviãozinhos de papel. Minami está a cada cinco minutos jogando uma folha amassada numa lata de lixo. Yumeko está abraçada nela, dando opiniões e se desesperando cada vez que uma letra vai para o lixo. Akami e Ryoko estão um pouco mais longe, tentando compor alguma melodia (que muito provavelmente vai ser descartada porque a letra não vai bater).
-AHHHHH! Eu não consigo!!! – Minami gritou, jogando o caderno no chão. Yumeko pegou o caderno, olhando as ultimas linhas que Minami escreveu.
-Calma... Minami-chan. Você vai conseguir! Esses últimos versos estão realmente bonitos! – Ela entregou o caderno para a amiga, com um sorriso.
-Não adianta apenas palavras bonitas enfileiradas, Yumeko. Se não tiver nenhum significado, não está bom! – Minami se levantou e saiu da sala, procurando por um banheiro.
Um barulho estridente veio das mãos da Akami. A vocalista e a baixista, e baixinha, a olharam.
-Acho que eu quebrei mais um prato... – Akami olhou o prato no chão, sem um pedaço. – Acho que não está dando certo nós escrevermos e compormos uma música sobre pressão.
-Mas o que vamos fazer!? Você sabe como é o presidente! – Yumeko segurava as lágrimas nos olhos.
-Ei! Vamos nos acalmar. Já sei o tema perfeito para escrever uma letra. – Nagako se levantou. – Olhou para as meninas. – Deixem tudo com a Nagako-sama aqui!
E no final das contas, a Minami voltou. A pequena integrante da banda a esperava, com uma letra na mão.
-Não precisa agradecer, Guitar Hero! – Entregou a folha de papel e deitou no sofá, de novo.
Minami leu o papel... Leu de novo e de novo.
-E... então? – Yumeko estava do lado dela.
-Leia... Você mesma... – Minami entregou a folha para Yumeko que leu.
-Nagako...
-Sim, Yumeko? Ah, eu vou querer um bolo de presente!
-Você por acaso está tirando sarro da gente...? – Yumeko entregou a letra para Akami e Ryoko.
-Não, não estou.
-Eu vou comer o seu cérebro! – A vocalista pulou na Nagako, mordendo a cabeça dela.

As cenas seguintes foram cortaas em consideração as pessoas com problemas cardíacos, gestantes, idosos e crianças. Espero que compreendam.

20:37. Mesmo lugar. Nenhuma música.

-Vamos morrer. Oficial. – Yumeko disse, rabiscando o caderno, que ela deveria estar tentando escrever algo.
-Eu já fui devorada por um zumbi mesmo. – Nagako fazia bico, brincando com o baixo.
-Meu caderno acabou as folhas. Vou pegar um novo... – Disse Minami, jogando, mais uma, encardenação no lixo.
-Só temos mais 3 horas e pouco... O que vamos fazer? – Ryoko olhava com uma cara de choro para Akami.
-Estamos pensando demais... A gente deveria escrever alguma coisa que a gente entende, sabe?
-Algo que a gente entende... – Ryoko olhava o teto, pensando em algo.
-Uhn... A gente? – Yumeko disse, olhando a Minami.
-A gente? Falar... De nós?
-Por que não!? Falar da nossa amizade, o quanto é bom estarmos juntas! O quanto é bom ter fãs que nos apóiam, as pessoas ao nosso redor... Tudo aquilo que nos faz vivas...
Minami colocou o lápis em cima da folha de papel.
-Yumeko... Você tem toda a razão. – A guitarrista sorriu e pôs-se a escrever. Nas suas costas, estavam todas as outras, ao mesmo tempo em que estavam tentando ajudar, morriam de curiosidade sobre o que sairia dos dedos da Tsunami-sama.
Minami terminou de escrever. No instante seguinte ela se jogou no chão como se tocasse uma guitarra.
-Acho que baixou o Deus nela... – Ryoko riu.
-Agora a gente precisa compor a melodia! Nós temos só mais três horas!
-Egao!

23:57. Sala com os produtores.
Yumeko entrou correndo, sem ar, parecia que havia acabado de voltar de uma guerra. Cabelo bagunçado, arfando e mancando, ainda por cima.
-Senhorita Yumeko, você está bem?
-Estou. Eu caí da escada no meio do caminho. Tropecei num caramujo, acho. – Respirou fundo. – Aqui está a nova música!
-Vocês ficaram até tarde escrevendo uma música... Parabéns.
-Nós não podemos negar um pedido dos produtores, né? – Riu.
-Nós... Não pedimos nada.
-O QUE!?

00:02. Sala-Estúdio.

-MENINAS! MENINAS! – Yumeko invadiu a sala, arfando mais ainda. Dessa vez tinha um corte na cabeça.
-Yumeko! O que aconteceu!? – Akami foi até ela e limpou o corte.
-Eu caí da escada na volta. Tropecei numa joaninha. De qualquer forma! OS PRODUTORES NÃO MANDARAM AQUELA CARTA!
-Como assim!? – Minami gritou.
-Eu não sei! Eles falaram que não pediram nada!
-Perai... Então a gente... Morreu aqui... Por nada!?
-QUEM FOI QUE MANDOU A CARTA!? – Ryoko berrou. Provavelmente o prédio inteiro ouviu.
Nagako começou a rir.
-Nagaaaaaaaako. Seu microorganismo... Foi você, não foi!?
-Claro que não, Yumeko, claro que não. – Ela caiu no chão, rolando de rir.
-Eu... Vou comer o seu cérebro!
-Deixe um pouco para gente, Yumeko. – Minami pegou a guitarra. – Eu vou te espancar, baixinha!


-Falando nisso, produtor *******, qual é a nova letra?
-Essa aqui. – Ele entregou o papel.
A colorful bouquet of roses

Because everyone and everything
Here, by our sides
Put colors on our worlds
Because everyone and everything…
Has their color.

Everybody is like a rose
So sweet, so fragile
But together…
Don’t have a single creature that can touch us
This world is filled with colorful roses
And forever
Together
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Vida de artista não é fácil...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» DÚVIDA EM MODELO DE RODA...(TALVEZ PALITO AMERICANA)
» Manutenção Preventiva garante vida longa ao carro
» Luta pela vida ! Exemplos aos oitentas...
» Moto não dá sinal de vida
» Vida util Bateria Fiat 500

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Egao! :: Abyssal Zone :: Fan things :: Fanfics-
Ir para: